Untitled Document
 
 
 
Ilhéus-BA,
Pesquisa
   
 • MENU
A Revista
Matérias
Artigos dos Colunistas
Últimas Notícias
Galeria de Fotos
Entrevistas
Downloads
Fale conosco
 

 
Enquete!
Querido internauta, queremos te conhecer melhor para aperfeiçoarmos nossos serviços, nesta primeira etapa gostaríamos de saber em qual faixa etária abaixo você se encaixa, clique em uma das opções, Obrigado!

até 15 anos (16.8%)
de 16 a 20 anos (13.9%)
de 21 a 25 anos (13.9%)
de 26 a 30 anos (14.2%)
de 31 a 40 anos (11.6%)
de 41 a 50 anos (13.3%)
mais de 51 anos (16.4%)
 

News Letter
Cadastre-se e receba notícias em seu e-mail.
Nome:
E-mail:

notícia
14/11/2012 às 15h20min - Atualizada em 14/11/2012 às 15h20min
Redação - Ilhéus(BA)
TAMANHO DA FONTE A- A+
 
CETAS DO IBAMA EM PORTO SEGURO UNE FORÇAS COM PROJETO GRANDES PRIMATAS PARA COMBATER A EXPLORAÇÃO ILEGAL DE ANIMAIS EM CIRCOS

Conhecer a sede do Projeto Grandes Primatas-GAP é uma experiência bastante diferente.
Situado no município de Sorocaba, em São Paulo, a primeira coisa que chama a atenção de quem chega ao GAP é a ausência de grades ou telas expondo os animais à vista das pessoas.
Com foco na conservação de grandes primatas, o GAP abriga hoje aproximadamente 300 animais, mas nenhum deles está à vista de quem chega justamente porque eles não estão lá para serem vistos pelas pessoas. Trata-se de um refúgio, um santuário onde animais apreendidos, regatados ou abandonados deixam de ser exibidos e começam uma vida nova.
A parceria entre o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) do IBAMA em Porto Seguro e o Projeto Grandes Primatas é antiga e começou em 2009, quando o IBAMA encontrou em um circo no distrito de Arraial da Ajuda, Bahia, o urso chamado Faze, que teve seus dentes removidos, não podendo assim se defender. Além da mutilação física, Faze apresentava vícios de comportamento, como a mania de beber refrigerante e realizar movimentos repetitivos. A apreensão e transferência de Faze para um novo lar era algo absolutamente urgente.
Graças à parceria com o GAP, não só Faze mas muitos outros animais que vinham sendo ilegalmente explorados por espetáculos ambulantes foram apreendidos pelo IBAMA e puderam começar uma nova vida, como aconteceu com o tigre Simba, abandonado dentro de uma pequena gaiola no município de Porto Seguro e que hoje vive no GAP ao lado de leões, chimpanzés e dezenas de outros animais que também deixaram de ser transportados de cidade em cidade para executar truques para a diversão das pessoas.
Segundo Ligia Ilg, coordenadora do CETAS do IBAMA em Porto Seguro, a união das experiências de instituições como o GAP e IBAMA é indispensável para o trabalho de combate à exploração ilegal de animais em circos pois, além de alterações em seu comportamento natural, estes animais também possuem uma força muito grande, o que exige agentes de fiscalização com treinamento especial e, também, equipamentos específicos, que possuam grande resistência e portabilidade, permitindo seu transporte facilitado até o local onde os animais estiverem.
Para apoiar este trabalho de fiscalização, o Projeto GAP doou ao CETAS Porto Seguro caixas especialmente confeccionadas para o transporte de grandes animais, como leões, tigres e chimpanzés, ampliando assim a capacidade operacional do IBAMA na Bahia, que agora, além de animais silvestres nativos, também possui condições de manejar animais de grande porte irregularmente explorados por espetáculos, zoológicos e criações clandestinas, onde quer que eles estejam.
Para o Microbiologista Pedro Ynterian, presidente do Projeto GAP, investir neste tipo de parceria é importante para o fortalecimento de uma nova percepção do público quanto aos direitos dos animais. Para ele, a exploração comercial de grandes primatas por zoológicos, circos ou qualquer tipo de espetáculo voltado para a diversão de seres humanos é, mais do que moralmente condenável, um atentado aos direitos destes animais, que deveriam poder viver em liberdade na natureza.
Segundo Dr. Pedro, “a partir do momento em que os animais são privados deste direito e não há condições de voltarem à natureza, entendemos como sendo uma obrigação do ser humano fornecer a estes animais a melhor qualidade de vida possível. Esta é a missão e o principal objetivo do GAP”.
Sem palavras, os animais agradecem.
Fonte:
ASCOM CPS- Porto Seguro/IBAMA/BA. www.ibama.gov.br, com informações do Projeto GAP – www.projetogap.org.br

















  MAIS NOTÍCIAS
24/10/2014 - SAÚDE REALIZA DOIS EVENTOS NO CENTRO DE ILHÉUS NESTA SEXTA-FEIRA
24/10/2014 - CDL DE ILHÉUS APRESENTA CAMPANHA DE NATAL E PROJETO CDL SHOPPING VIRTUAL
23/10/2014 - Alcides deixa o Turismo no final deste mês
23/10/2014 - Alcides deixa o Turismo no final deste mês
23/10/2014 - Workshop do Empreendedor integra Feira de Negócios e Oportunidades
23/10/2014 - Evento no centro de Ilhéus oferece testes de HIV e Sífilis
23/10/2014 - MANIFESTAÇÕES CULTURAIS EM ILHÉUS SÃO TEMA DO PRÓXIMO ENCONTRO DA TRADIÇÃO ORAL
23/10/2014 - MAIS DE 900 PESSOAS FORAM ATENDIDAS NO MACKENZIEN VOLUNTÁRIO 2014 REALIZADO NA APAE
23/10/2014 - VESTIBULAR DA MADRE THAÍS ABRE 700 VAGAS EM 9 CURSOS
22/10/2014 - PM e APPI discutem ações para combater drogas e violência nas escolas de Ilhéus‏
www.targetwebsites.com.br